Janelas abertas -Braz Campos Durso



Resenha do livro Janelas Abertas






Sinopse: Crônicas geralmente carregam a competência da profundidade, principalmente quando se utiliza a vida e seus acontecimentos como matéria-prima. Essa riqueza de conteúdo é capaz de propiciar grandes transformações sociais nos leitores.
As crônicas presentes no livro JANELAS ABERTAS não são diferentes e mostram a maneira pela qual o autor se porta, buscando ser assertivo diante das situações do dia a dia e conduzindo-nos a uma reflexão séria sobre a essência humana e suas relações sociais.
A obra aponta para a necessidade da paz interior como delineador das nossas ações, visando ao bem de nossos semelhantes sem nos esquecermos da importância de Deus em nossa vida. Somente por meio da atitude positiva poderemos conseguir o equilíbrio primordial entre razão e emoção. A maneira como o autor lida com os acontecimentos que regem a vida nos conduz ao nosso próprio reencontro. Abre caminho para que possamos nos reinventar. Estimula-nos ao pensamento e à reflexão sobre a vida e sua amplitude. Permite-nos saber que podemos ir além de tudo o que pensávamos antes para sermos felizes.
O que você vai encontrar nestas páginas, nas crônicas ou nas poesias, reflete como o autor é e como ele sente, pensa ou conduz sua vida, procurando sempre ser feliz e levar harmonia para as pessoas ao seu redor. As palavras aqui presentes talvez consigam repassar tudo o que a voz não poderia expressar de forma tão convincente.
Göethe afirmou: seja o que for que você possa fazer, ou sonhe em fazer, comece. A ousadia envolve talento, poder e magia. E foi por um sonho que o autor escreveu esse maravilhoso livro.



Capa: Muito bonita, bem feita.




Enredo: As crônicas são incríveis, mexeu muito com o meu ponto de vista.
Todas elas me chamaram bastante atenção, mas vou citar uma que me chamou mais atenção.
"Quem permanece na sua vida?"

"Que começa com uma frase marcante da Serena de Gossip Girl: -Se eu tivesse de tirar da minha vida todos que já cometeram erros, não sobraria ninguém."  


Nessa crônica o autor mostra como todos os seres humanos erram, como nós erramos e as vezes somos egoístas demais para ver.Somo orgulhos demais, muitas vezes para perdoar, e se perdoar. Mas quem não tem perdão no coração não é capaz de seguir em frente, enfrentar as consequências de uma certa situação.
Não é só esta crônica que é impactante, a maioria delas, se não dizer todas, elas nos mostram um ponto de vista diferente de todas as situações e como somos "cegos" de não ver. Fala diretamente com o leitor, sobre o amor, o respeito, o perdão e todos os sentimentos do dia-a-dia.
Super indico, vale muito a pena ler.






Braz, muito obrigada por me dar o prazer dessa leitura, parabéns pelo seu trabalho.


Classificação: Crônicas - Muito bom


6 comentários

  1. que capa linda
    livro-azul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

  2. Que capinha fofa *-*
    AMO livros de crônicas, sério, um dos meus favoritos.
    Outra paixão são livros nacionais, sério, valorizo muito nossa literatura, cada vez mais os autores e as histórias vem me surpreendendo.
    Gosto de livros para reflexão e pelo que pude ver, ele usa exemplos atuais \o/

    ResponderExcluir
  3. Muito bem elaborado esse livro! fala de fato o que acontece conosco,nós erramos,nos machucamos e não somos capazes de perdoa e nos perdoar a nós mesmos! linda a capa e o título também.

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de ler todos esses sentimentos.
    Gosto de livros que nos fazem passar diversos sentimentos pela mente e que nos trazem um pouquinho da realidade.
    Aquele que a gente fecha e ainda assim fica na mente!

    ResponderExcluir
  5. Gostei bastante, me deixou curiosa e com muita vontade de tê-lo em mãos. Não me lembro de ter lido livros desse modo então gostaria muito de passear por esse estilo literário.

    ResponderExcluir